Avaliar é saber Dar valor!

Olá pessoal,

Sei que essa postagem esta sendo muito tardia, mas antes tarde do que nunca. Certo!? E ainda quero MUITO participar do GSA, além de estar desenvolvendo o meu lado acabativo. Digo também que não foi só a falta desta característica acabativa que me fez não escrever essa avaliação até o momento, fatores mundanos e principalmente os existenciais contribuíram para isso. Tudo desencadeado por vivencias que passei no período e o jogo foi a mais importante delas.

Por isso já como parte desta ultima tarefa começo falando que existem varias formas de transformar o mundo para melhor. O jogo causou em mim uma necessidade de profunda reflexão e por hora estou numa fase de descobrir quais são os jeitos de eu poder dar o meu melhor.

No mês do jogo toda a minha energia e tempo que dava estava convergida para realizar as tarefas. Envolvi-me muito, me conheci mais. Cada pessoa que conversava eu trocava idéias, falava sobre, chamava para a ação. Percebi que muitas estavam esperando só o convite, sei lá elas não tomam a iniciativa. Querem, ou tem a necessidade, mas não fazem esperam alguém fazer. Posso dizer como ponto positivo da minha atuação a capacidade de envolver pessoas em prol de uma causa, e como negativo não postar as tarefas no blog no tempo limite.

De diferente, teria começado a chamar as pessoas para se envolverem no jogo desde a primeira tarefa.

Falei o que estava no meu coração com 250 palavras.

Obrigada!

Anúncios

Juntos podemos mais!

Olá a tod@s!!

Desculpe pela demora em postar os resultados, mas sempre na hora de escrever acabo postergando…

A coleta de lixo eletrônico foi muito boa, melhor do eu esperava. E teve muita repercussão.

Graças a vocês conseguimos arrecadar muito material!

Por isso agradeço a todos que colaboraram!! Valeu mesmo! Muito Obrigada!

O que me surpreendeu também foi a doação de materiais que estavam em perfeitas condições de funcionamento. Por isso, e com a autorização dos doadores destes materiais, encaminharei diretamente para ongs que estão precisando.

Aviso a vocês também que ainda não levei os materiais para a Ong E-lixo, pois alguns amigos não me entregaram seu lixo ainda.

Também visitarei o bairro jardim Felicidade ( bairro que foi realizado o Oásis Londrina), onde moram muitos recicladores de lixo comum, e existe muito lixo eletrônico que eles não sabem pra onde enviar. Provavel que organizemos uma palestra para esclarecer as pessoas sobre o Lixo eletrônico, mas ainda não está confirmada.

Por isso estou aguardando mais alguns dias para levar os materiais na ONG.

Realizar essa tarefa foi uma experiecia muito boa e sigficativo para mim e me fez lembrar desse video que compartilho com vocês agora.

OBRIGADA!

“Conheço muitos que não fizeram quando deviam
porque não quiseram quando podiam.”

Lixo Eletrônico (Pilhas, celulares, partes de computadores) – Onde colocar?

Campanha de reciclagem de Lixo Eletrônico na UEL!

Mas o que é lixo eletrônico??

Pilhas, baterias, celulares, partes de computadores, eletro domésticos…

Leve seu lixo no Centro Academico de Admnistração na

sala 407 do CESA

Nos dias 27 (terça-feira) das 12h30 ás 16h30

28 (quarta-feira) das 14h ás 19h

Estarei lá esperando vocês!!

Vamos articular as redes!!

Olá querid@s!!

Estou um pouco atrasada no post, mas não pensem que me esqueci de vocês!! Coloquei bastante a mão na massa e o desafio de recolher o lixo eletrônico está acontecendo.

Muito obrigada pela participação de todos, adorei as idéias que recebi por e-mail e a disponibilidade de vocês para ajudar a concretizar minhas idéias malucas. Mas que vão ajudar a tornar o mundo um lugar melhor!

Obrigada também a Ong E-lixo que nos recebeu muito bem e irá receber todo esse material que vamos arrecadar nos próximos dias e dar a destinação correta.

Na semana passa estava articulando as minhas redes e também verificando se a idéia daria certo, por isso um amigo e eu fomos a Ong E-lixo ver se era possível. A visita foi super legal, conversamos e conhecemos melhor o trabalho da deles. Segue algumas fotos.

Além de organizar o lixo e dar a destinação certa para ele a ONG separa as partes de computadores que estão funcionando e reagrupam formando computadores que funcionam. Esses são doados!

Beijoss , até!!

Sonho que se sonha junto é realidade!

Olá meus queridos leitores! E ai como estão?

Espero que muito bem, pois vou precisar da energia de vocês para o próximo desafio. Na verdade só um simples clique depois da leitura…

O desafio foi encontrar 1, apenas uma, única coisa que possa ser melhorada em uma comunidade a qual faço parte e contar como faria isso. Foi difícil, realmente foi um desafio, o maior de todos até agora como escolher apenas uma única coisa.

Conversei com meus amigos, familiares, colegas de facul, muitas pessoas, pois o sonho de melhorar não poderia ser apenas meu. Teria que ser coletivo para fazer melhorar uma coisa na vida de cada um.

Aí que surgiram ainda mais idéias… Opção vegetariana no RU; fazer áudio para site a fim de melhorar a acessibilidade; trocar as torneiras dos banheiros da UEL que vivem vazando e gastando nossa querida água; organizar a associação do bairro onde moro; fazer uma campanha para os fumantes não jogarem as bitucas no chão; fazer coleta seletiva na UEL, entre outras coisas. Até cheguei a pensar em colocar uma enquete aqui no blog para ver qual era o sonho preferido da galera.

Mas agente sonha depois conversa, sonha mais, conversa outra vez e o sonho vai se ajeitando quando vemos já é coletivo!!

E a pergunta significativa que se repetia nas conversas foi… E nosso lixo eletrônico Wal? Acho que a galera tava com a questão do consumo na cabeça depois dos últimos posts.

Realmente não tinha pensado nisso e foi uma coisa que meus pais não me ensinaram é não tinha lixo eletrônico na época deles. e todos se empolgaram em fazer coleta do lixo eletrônico. Tá, mas coletar e fazer o que com ele?

Londrina é uma cidade que recicla muito, depois de pesquisar descobri que existem algumas empresas que recolhem celulares e baterias, também existe uma ONG que recolhe e separa os componentes que são reciclados, o que pode ser aproveitado dos computadores, por exemplo, fazem um PC que posteriormente é doado.

Mas mesmo com a ONG e as empresas é reciclado pouco. Então faremos uma campanha e disponibilizaremos mais pontos de coleta!

Chegou a hora de vocês! Respondam qual o melhor local para os pontos de coleta. Se optarem por Outros coloquem aqui o comentário de vocês falando onde.


Obrigada! Abraços apertados! To desde ontem tentando arrumar isso... se alguém souber me fala, tá tão feio

Meu Consumo

   Nos últimos três dias dessa semana, o lixo de minha casa seguiu o mesmo padrão dos dias anteriores. Não sei dizer ao certo quantos quilos de lixo orgânico tais como, cascas de laranja, limão, cenoura, cebola, alho, batata, pepino, ovo, etc. e papel higienico, fio dental, seringa para droga (vacina H1N1, gente).
   As outras coisas que utilizei essa semana, repare que não disse lixo, pois foi tudo reciclado, também seguiu a linha dos dias anteriores. Foram reciclados: três caixas leite, uma caixa de ovo, dois pacotes de macarrão, um frasco de Quiboa, ketchup, mostada e detergente, uma garrafa de refrigerante, saco de papel de pão, embalagens de bolacha, miojo, arroz, feijão, farofa, açucar, sal, café, dentre outros itens.
    Após postar o vídeo anterior, luxo 2, alguns amigos vieram falar comigo. Queriam doar roupas que não iriam usar mais e por isso, além das minha roupas de frio, doei também outras coisas que meus amigos e familiares não usavam mais. Tudo será muito bem utilizado no Lar Anália Franco. Hoje fui até o Lar entregar mochilas de crianças, bolsas, toalhas de mesa, calças, blusas, camisetas e jaquetas, que coletei. E o corsinha ficou cheio!!

     Ao fazer a doação pude conversar com as pessoas do local e conhecer ainda mais o trabalho deles, tendo a certeza de que tudo que foi doado será muito bem utilizado.
     Ao analisar meu consumo essa semana, pude também analisar o consumo que tive ao longo de minha vida. Percebi que fui criada com bons valores e princípios. A maioria de minhas ações, se não todas, faço-as desde de pequena, já que assim fui ensinada por meus pais. Usar o outro lado da folha em branco, usar a água que lavou roupa para lavar a escada e o quintal, lavar roupa uma vez por semana, passar só a roupa que é preciso mesmo passar, pagar a luz sempre que sair do comodo, demorar pouco no banho, doar roupas e brinquedos que não utilizo mais, aproveitar bem os alimentos, preferir bicicleta ao carro, são coisas que aprendi desde pequena. Porém, apesar dessa consciência, algumas vezes passo por cima desses valores. E por que de algumas vezes sabermos o que devemos fazer, por que não fazemos?

 

Um grande impacto coletivo!!

2 Desafio!

Olá leitores, jogadores e amigos e amigas!

O tema dessa semana é Pequenas atitudes individuais podem gerar um grande impacto coletivo.

A palavra PODEM me intrigou nessa frase, eu sei que as vezes nossas atitudes causam bons ou maus impactos coletivos, mas eu parei pra pensar…Será que minhas atitudes estão causando UM GRANDE impaco coletivo bom? Tavez sim, talvez não um bom impacto acredito que sim, agora se é grande ou não…

Bom chega de devaneios, essa semana parei para OLHAR o meu aparente LIXO, e analizar o meu consumo.

Como falo muito melhor que escrevo, e repare que não falo tão bem assim, decidi nessa semana relatar as atividades por video.

Então segue o primeiro video que gravei essa semana que agora sei colocar direitinho no blog hahaha

Esse segundo video já mostra um pouco do meu consumo.

Quem estive? Quem estou?

Olá leitores sejam bem vindos ao meu blog “O Caminho da Guerreira Wal”
Como já diz no nome aqui neste blog colocarei o caminho que irei percorrer durante esse mês, mas primeiramente vou me apresentar…
Antes de dizer QUEM ESTOU, vou dizer quem eu já estive, pois o presente é fruto do passado.

Agora eu espero que funcione…segue um videozinho que fiz =D

     Nasci na cidade de Londrina/ Paraná em 1990 e nem deu para aprontar muito por aqui, logo me mudei para Guaíra. A cidade de Guaíra é uma cidadezinha bem pequena, mas com espaço suficiente para eu começar a trilhar meu caminho e ir me tornando uma Guerreira.
     Vivi lá até os 10 anos de idade aproveitando tudo que a infância pode proporcionar de bom, fui escoteira, fiz teatro, jogava futebol, nadava, brincava com meus amigos na rua, entre outras coisas.
     Como escoteira aprendi a conviver com a natureza sem prejudica – lá, acampei, plantei árvores nativas, realizei ações de limpeza do Rio Paraná e de ilhas próximas recolhendo garrafas, plásticos e todo tipo de lixo que o homem é capaz de produzir; aprendi a conviver com as diferenças, ser companheira e amiga. Além de me desenvolver como líder, pois era líder da matilha que participava. Por ocupar esse cargo organizava ações para doar coisas que os lobinhos da minha matilha não usavam mais. Nas vésperas do dia das crianças separávamos os brinquedos que não brincávamos mais – no meu caso iam todas as bonecas que ganhava de aniversário, nunca gostei de brincar de boneca. Antes do inverno separávamos as roupas de frio e tudo era doado para crianças de bairros carentes.
     No teatro o que me marcou mais foi uma peça que fizemos sobre educação no transito, pois apresentamos essa peça em varias escolas da cidade. Após uma das apresentações saímos da escola correndo, pois ganharíamos sorvete do outro lado da rua e um amigo quase foi atropelado ao atravessar a rua sem olhar para os dois lados. Tal fato me fez perceber que a educação é muito importante, mas que não adianta nada se não tiver a parte da ação.
     Aos 11 anos retornei a Londrina e continuei fazendo teatro e todos os esportes que eram possíveis, não era boa em nenhum, mas me divertia.

     A minha vida daria para escrever um livro e por hora ainda não vou fazê-lo, por isso não me estenderei muito nos próximos fatos. Vamos direto para a Universidade!

     A universidade, minha primeira duvida cruel! Não poderia escolher todas as opções como costumava fazer, teria que escolher um curso. Apenas um… Depois de muito pensar escolhi Administração.
Em fim estava eu na Universidade e como todo calouro estava feliz e empolgada para fazer coisas novas e aprender. O primeiro convite feito foi o primeiro convite aceito. Além de estudante de Administração era uma Empresaria… Junior, mas era uma Empresaria.
     Posso dizer que ao entrar na Business Consultoria – Empresa Junior de Administração e participar do Núcleo de Responsabilidade Social comecei a descobrir qual é o meu propósito. Como assessora da Business e consultora do NRS dávamos aulas para jovens considerados em situação de risco, promovemos “O levante-se e faça a sua parte” na cidade de Londrina, participávamos de ações para disseminar e atingir os 8 ODM´s, organizamos um ônibus para ir ao REUNES 2008 (evento em que entendi melhor como era o Oásis), participei da organização do Encontro Sul-Brasileiro de Empresas Juniores que teve como tema “ O Empresário Junior como ator estratégico para o desenvolvimento sustentável” onde tive a oportunidade proporcionar a centenas de jovens conhecer o que seria uma das coisas mais importantes de 2009 para mim, O Movimento Oásis.
     Ao longo desse primeiro ano de faculdade percebi que fazer a diferença, fazendo acontecer o mundo que eu sonho não é nada utópico. Por isso decidi ocupar o cargo de coordenadora do Núcleo de Responsabilidade Social da Business e durante o ano de 2009 me dediquei a transformar o mundo para melhor. Continuei a dar aulas de empreendedorismo, direcionamento profissional, de como fazer currículo, como utilizar bem a internet, planejamento estratégico pessoal, finanças pessoais dentre outras para jovens em situação de risco; divulgar os ODM´s; organizar e participar do “Circulo de Diálogos” evento para divulgar as ações feitas em prol dos ODM´s proporcionando a troca de experiências e a articulação dos Londrinenses; promover “O Levante-se e faça a sua parte” e principalmente inspirar, informar e envolver cada vez mais jovens para transformar o mundo para melhor.
    A idéia de realizar um Oásis em Londrina começou a se materializar quando a inscrição que fiz do projeto foi aprovada no programa “Be the Change” da Peace Child International, participar do Oásis Santa Catarina também começava a se tornar realidade, juntamos vários jovens e começamos a nos reunir, sonhar e aprender. O número de jovens envolvidos nas ações era cada vez maior.
     A fim de conseguir o ônibus para Blumenau vendemos camisetas, articulamos nossas redes e por meio do contato que tinha com a universidade por causa das ações realizadas por meio do Núcleo de Responsabilidade Social consegui o apoio da universidade que concedeu parte do ônibus.
     Assim fomos para Blumenau aprendemos, nos emocionamos, nos divertimos, conhecemos outros jovens dispostos a mudar o mundo, em fim foi ESPETACULAR.
     Os jovens londrinenses voltaram super motivados para realizar o Oásis Londrina divulgamos o projeto na cidade e ajustamos os últimos detalhes e realizamos o Oásis Londrina.
E assim foi o tão espetacular ano de 2009! Deixou-me cheia de sonhos para 2010!
Sonhos e algumas realizações, depois do sucesso do Oásis Londrina 2009 e a perspectiva do Oásis Londrina 2010 me inscrevi no Congresso Mundial da Juventude e fui selecionada para ir a Turquia em Julho apresentá-los.
Mas para mim não basta ser bom, tem que ser espetacular. Já que vou viajar tão longe tenho que aproveitar, por isso depois de muita conversa e pesquisa eu resolvi que iria aperfeiçoar o meu inglês. A ilha de Malta foi escolhida.
Agora o meu desafio é conseguir o dinheiro da passagem que o congresso não cobre, e também para pagar o curso de inglês. Por saber que isso não vai cair do céu estou negociando alguns apoios com empresas, empresários, doações de amigos, conectando uma rede de pessoas que estão dispostas a investir em mim.
Pretendo no Congresso Mundial da Juventude inspirar muitos jovens e articular alguns Oásis e realizá-los no período em que eu estiver na Europa.

Quem ESTOU?
     Estou feliz e com ótimas perspectivas para o futuro; dedicada para a realização de um Oásis Londrina 2010 Espetacular; ansiosa para conhecer jovens do mundo inteiro e aprender muito; estudando empreendedorismo social, inovação em gestão, redes sociais distribuídas, sociedades colaborativas e as matérias chatas e legais do curso de administração também.
     O meu futuro profissional não está nada certo, mas tenho certeza de que não quero viver por viver. Repare de não disse trabalhar por trabalhar, irei viver e produzir algo que ainda não sei o que é, mas sei que fará do mundo o lugar melhor. Se for parar para pensar já vivo com esse propósito, em uma intensidade ainda tímida que se torna maior a cada dia.
    Tenho certeza que participar do Guerreiros Sem Armas 2011 colaborará MUITO para o meu desenvolvimento, aprendizagem, conhecer outros jovens com bons propósitos. Além de fazer eu voltar ainda mais empolgada, pretendo fazer um projeto que integre as comunidades de londrina que já receberam o Oásis para que estas realizem alguns projetos juntas, pois são comunidades muito próximas.
     A minha participação no GSA fará com que o ano de 2011 comece de forma esplendida será um ano de muitas realizações e preparação para o ano de 2012 que será histórico, tanto por eu me formar na universidade, quanto pelos eventos que ocorreram no Brasil.

Leitores agradeço por terem paciência para chegar até aqui e me conhecido um pouco, sei que acabei me estendendo muito no texto… Até a próxima!